R: Nossa Senhora do Rosário, s/n - Centro de Convenções - Serra Negra/SP
Atendimento: Seg a Sex - 09h 11h - 13h as 17h
0800 770 5488 | (19) 3892-2024
Atendimento
Seg a Sex - 09h 11h - 13h as 17h
0800 770 5488 | (19) 3892-2024
Funcionamento
Seg a Sex - 08h as 17h

Projeto desta Ordem - 02/03/2017

PROJETO DE LEI Nº 10 DE 09 DE FEVEREIRO DE 2017.


                                 (Dá denominação à Viela)


 


 A CÂMARA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA DE SERRA NEGRA DECRETA:


Art. 1º A Viela que liga as Ruas Boa Vista e José Rizzieri, Centro, Serra Negra/SP, passa a denominar-se "Viela ALVARO FEDEL FRIZERA".


Art. 2º Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a proceder à confecção da placa indicativa respectiva da referida denominação.


Art. 3º As despesas decorrentes com a execução da presente Lei, correrão por conta de verbas próprias do orçamento vigente, suplementadas se necessário.


Art. 4º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.


Art. 5° Revogam-se as disposições em contrário.


Câmara Municipal da Estância Hidromineral de Serra Negra, 09 de fevereiro de 2.017.


 


VERª. MARIA RITA MENEGATTI PINTON TOMALERI


 


VER. PAULO SÉRGIO OSTI


 


                             ALVARO FEDEL FRIZERA


•Nascido em Serra Negra à 02/04/1934, onde sempre residiu


•Filho de Ricardo Frizera e Hermínea Fedel Frizera, brasileiros, filhos de italianos


•Tem como irmãos: Valentim, Angelina, Ida e Anísio


•Casou-se aos 23 anos com Maria Emília Gambetta Frizera com quem teve dois filhos: Wagner e Fátima


•Foi um grande artesão desde a infância, sempre com artigos de couro e mesmo aposentado trabalhou até seus 80 anos


•Perdeu o pai quando tinha 14 anos, precisando assim contribuir com o orçamento familiar para ajudar na criação dos irmãos


•Foi um dos primeiros jogadores do time “Juvenil de Serra Negra” onde atuava na defesa


•Seu hobby preferido era pescar em Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás e região


•Conquistou um grande número de amigos pois sempre foi atuante na sociedade graças a seus préstimos


Nunca vi meu pai tomar café em casa, pois seu horário de trabalho iniciava-se às 5 horas.


Historiador, sensato, cauteloso e honesto, graças a essas e demais qualidades edificou seu lar e construiu sua história.


Desenvolvido por Frequência