R: Nossa Senhora do Rosário, s/n - Centro de Convenções - Serra Negra/SP
Atendimento: Seg a Sex - 09h 11h - 13h as 17h
0800 770 5488 | (19) 3892-2024
Atendimento
Seg a Sex - 09h 11h - 13h as 17h
0800 770 5488 | (19) 3892-2024
Funcionamento
Seg a Sex - 08h as 17h

Projeto desta Ordem - 10/03/2014

 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 11, DE 2013




(Concede o Título Honorífico de Cidadã Serrana a senhora Marcia Affonso Tomazi)




Art. 1º Fica concedido o Título Honorífico de Cidadã Serrana a senhora MARCIA AFFONSO TOMAZI.


Art. 2º A entrega do pergaminho representativo será realizada em Sessão Solene da Câmara Municipal da Estância de Serra Negra, especialmente convocada para esse fim.


Art. 3º As despesas decorrentes com a execução deste Decreto Legislativo correrão por conta de verbas próprias do orçamento vigente, suplementadas se necessário.


Art. 4º Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário.


Câmara Municipal da Estância Hidromineral de Serra Negra, 16 de dezembro de 2013.


 




Vereador WAGNER DA SILVA DEL BUONO


 


 


 


 


 




MARCIA AFFONSO TOMAZI


 




JUSTIFICATIVA


 


O Título conferido a Marcia Affonso Tomazi presta uma homenagem a esta mulher que desde que se radicou na cidade de Serra Negra presta inúmeros serviços ao desenvolvimento da cidade, de seu comércio e cultura.

Entendo que a Câmara Municipal de Serra Negra, que representa a nossa população, deve homenagear as pessoas que trabalham em prol do nosso Município, que escolheram esta terra para morar e aqui construíram sua família e se destacaram.


CURRÍCULO


MARCIA AFFONSO TOMAZI, nascida em 24 de marco de 1959 na cidade de Poá – Estado de São Paulo, onde estudou. Radicou-se em Serra Negra no ano de 1977.

Deste a juventude sempre trabalhou arduamente para ajudar no sustento de sua família, especialmente na cidade de Serra Negra, quando integrou o comércio local, no setor de venda de roupas.

No ano de 1982 casou com José Euclides Tomazi (conhecido como Dentinho), e da relação que perdura até os dias de hoje, nasceram dois filhos Leandro Affonso Tomazi (vereador suplente) e Maria Fernanda Tomazi.

Márcia sempre atuou no comércio local na venda de artigos, revistas e CDs de música junto a seu marido. Muito atuante nas entidades filantrópicas, sempre auxiliou os trabalhos aos mais necessitados, especialmente no ano de 1997, quando presidiu o grupo das mulheres Associação Acácia de Serra Negra, vinculada à Maçonaria. 

Muito conhecida por seu trabalho desenvolvido na área cultural, especialmente na confecção de fantasias carnavalescas na década de 90, quando venceu inúmeros concursos locais e regionais com suas fantasias.

Trabalhou também durante anos na diretoria da Escola de Samba Estrela da Guia, além de auxiliar nos desfiles de outras escolas em tempos passados. 

É esta a justificativa.


 




-----------------------------------------------------------------


 


PROJETO DE LEI Nº. 24 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2014


 


(Autoriza a abertura de crédito adicional suplementar)




O PREFEITO MUNICIPAL DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE SERRA NEGRA, usando de suas atribuições legais,



FAZ SABER que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona e promulga a seguinte Lei:


Art. 1º Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir um crédito adicional suplementar no valor de R$ 529.100,00 (quinhentos e vinte e nove mil e cem reais), para reforço das dotações orçamentárias, a saber:


03.01.08.244.0004.2.004.339030.01 – Material de consumo R$ 140.000,00

03.01.08.244.0004.2.004.339032.01 – Material de distribuição gratuita R$ 51.600,00

03.01.08.244.0004.2.004.339039.01 – Serv. terceiros – P. Jurídica R$ 58.000,00

04.01.12.361.0007.2.010.339030.01 – Material de consumo R$ 66.000,00

07.01.04.122.0012.2.014.339039.01 – Serv. terceiros – P. Jurídica R$ 43.500,00

10.01.04.122.0015.2.017.339039.01 – Serv. terceiros – P. Jurídica R$ 74.000,00

07.01.04.122.0012.2.014.449052.01 – Equipamento e mat. permanente R$ 36.000,00

11.01.10.301.0016.2.018.339039.01 – Serv. terceiros – P. Jurídica R$ 60.000,00


Total R$ 529.100,00


Art. 2º. As despesas decorrentes com a execução desta Lei, correrão por conta da anulação parcial das seguintes dotações orçamentárias:


01.01.04.122.0002.2.002.339032.01 – Material de distribuição gratuita R$ 140.000,00

03.01.08.244.0004.2.004.339036.01 – Serv. terceiros – P. Física R$ 12.000,00

03.01.08.244.0004.2.004.449052.01 – Equipamento e mat. permanente R$ 26.000,00

04.01.12.361.0007.2.010.339039.01 –Serv. terceiros – P. Jurídica R$ 66.000,00

04.01.13.392.0008.2.011.339032.01 – Material de distribuição gratuita R$ 10.000,00

05.01.27.812.0009.2.012.339032.01 – Material de distribuição gratuita R$ 1.700,00

06.01.04.122.0010.2.013.339032.01 – Material de distribuição gratuita R$ 9.300,00

07.01.04.122.0012.2.014.339030.01 – Material de consumo R$ 39.500,00

07.01.04.122.0012.2.014.339032.01 – Material de distribuição gratuita R$ 40.000,00

08.01.04.122.0013.2.015.339032.01 – Material de distribuição gratuita R$ 9.200,00

09.01.04.122.0014.2.016.339032.01 – Material de distribuição gratuita R$ 9.300,00

10.01.04.122.0015.2.017.339032.01 – Material de distribuição gratuita R$ 2.800,00

06.01.28.843.0011.0.002.469071.01 – Principal da dívida contr. Resgatada R$ 92.000,00

11.01.10.301.0016.2.018.339030.01 – Material de consumo R$ 32.000,00

11.01.10.301.0016.2.031.339030.01 – Material de consumo R$ 10.000,00

11.01.10.301.0016.2.031.339039.01 – Serv. terceiros – P. Jurídica R$ 10.000,00

11.01.10.305.0016.2.021.339030.01 – Material de consumo R$ 10.000,00

12.01.23.695.0017.2.022.329032.01 – Material de distribuição gratuita R$ 9.300,00


Total R$ 529.100,00


Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário.


Prefeitura Municipal da Estância Hidromineral de Serra Negra, 20 de fevereiro de 2014.


 


 




ANTONIO LUIGI ÍTALO FRANCHI

- Prefeito Municipal -


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


Serra Negra, 20 de fevereiro de 2014.


 




MENSAGEM nº. 020/2014


 




Senhor Presidente,




Temos a honra de encaminhar a essa Egrégia Casa de Leis, o incluso Projeto de Lei que autoriza o Executivo Municipal a abrir um crédito adicional suplementar no valor de R$ 529.100,00 (quinhentos e vinte e nove mil e cem reais), destinado ao pagamento de transporte urbano, sistema de informática, veículo para Guarda Civil Municipal, combustível, publicação, medicamentos e cestas básicas que são distribuídas pela Secretaria da Assistência Social.

Invocamos a URGÊNCIA prevista no caput do artigo 73 da Lei Orgânica do Município, para apreciação e deliberação do presente.

Na oportunidade, renovamos nossos protestos de elevada estima e consideração.




Atenciosamente,


 




ANTONIO LUIGI ÍTALO FRANCHI

- Prefeito Municipal -


 




----------------------------------------------------------------


 


PROJETO DE LEI Nº. 19 DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014


 


(Autoriza a abertura de crédito adicional suplementar)




O PREFEITO MUNICIPAL DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE SERRA NEGRA, usando de suas atribuições legais,



FAZ SABER que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona e promulga a seguinte Lei:


Art. 1º Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir um crédito adicional suplementar no valor de R$ 27.000,00 (vinte e sete mil reais), para reforço da dotação orçamentária, a saber:


11.01.10.301.0016.2.021.339030.05 – Material de consumo R$ 27.000,00


Art. 2º As despesas decorrentes com a execução desta Lei, correrão por conta do superávit financeiro verificado no exercício anterior.


Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.


Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário.


Prefeitura Municipal da Estância Hidromineral de Serra Negra, 19 de fevereiro de 2014.


 


ANTONIO LUIGI ÍTALO FRANCHI

- Prefeito Municipal -


 


 


 


 


 


 


 


 


Serra Negra, 12 de fevereiro de 2014.


 




MENSAGEM nº. 18/2014


 




Senhor Presidente,




Temos a honra de encaminhar a essa Egrégia Casa de Leis, o incluso Projeto de Lei que autoriza o Executivo Municipal a abrir um crédito adicional suplementar no valor de R$ 27.000,00 (vinte e sete mil reais), destinado a aquisição de materiais para a Secretaria da Saúde.

Invocamos a URGÊNCIA prevista no caput do artigo 73 da Lei Orgânica do Município, para apreciação e deliberação do presente.

Na oportunidade, renovamos nossos protestos de elevada estima e consideração.




Atenciosamente,


 


 


ANTONIO LUIGI ÍTALO FRANCHI

- Prefeito Municipal -


 




-----------------------------------------------------------------------


 


PROJETO DE LEI Nº. 23 DE 13 DE FEVEREIRO DE 2014


 


(Autoriza a abertura de crédito adicional suplementar)


 


O PREFEITO MUNICIPAL DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE SERRA NEGRA, usando de suas atribuições legais,



FAZ SABER que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona e promulga a seguinte Lei:


Art. 1º Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a abrir um crédito adicional suplementar no valor de R$ 270.000,00 (duzentos e setenta mil reais), para reforço das dotações orçamentárias a saber:


04.01.12.365.0005.2.008.339030.05 – Material de consumo R$ 226.000,00

07.01.04.122.0012.2.014.339039.01 – Serv. terceiros – P. Jurídica R$ 44.000,00


Total R$ 270.000,00


Art. 2º As despesas decorrentes com a execução desta Lei correrão por conta da anulação parcial das seguintes dotações orçamentárias:


04.01.12.361.0005.2.006.339039.05 – Serv. terceiros – P. Jurídica R$ 10.000,00

04.01.12.361.0007.2.010.449052.05 – Equipamento e mat. permanente R$ 70.000,00

04.01.12.365.0005.1.003.449052.05 – Equipamento e material permanente R$ 5.000,00

04.01.12.365.0005.2.008.339039.05 – Serv. Terceiros - P. Jurídica R$ 70.000,00

04.01.12.365.0005.2.008.449052.05 – Equipamento e material permanente R$ 49.000,00

04.01.12.366.0005.2.006.339039.05 – Serv. terceiros – P. Jurídica R$ 5.000,00

04.01.12.367.0005.2.006.339030.05 – Material de consumo R$ 7.000,00

04.01.12.367.0005.2.006.339039.05 – Serv. terceiros – P. Jurídica R$ 10.000,00

07.01.04.122.0012.2.014.339036.01 – Serv. terceiros – P. Física R$ 5.000,00

06.01.28.843.0011.0.002.469071.01 – Princ. div. contratada resgatada R$ 39.000,00


Total R$ 270.000,00


Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.


Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário.


Prefeitura Municipal da Estância Hidromineral de Serra Negra, 13 de fevereiro de 2014.


 


 


ANTONIO LUIGI ÍTALO FRANCHI

- Prefeito Municipal -


 


 


Serra Negra, 13 de fevereiro de 2014.


 




MENSAGEM nº. 19/2014


 




Senhor Presidente,




Temos a honra de encaminhar a essa Egrégia Casa de Leis, o incluso Projeto de Lei que autoriza o Executivo Municipal a abrir um crédito adicional suplementar no valor de R$ 270.000,00 (duzentos e setenta mil reais), destinado para aquisição de material didático e pagamento de publicações dos atos municipais.

Invocamos a URGÊNCIA prevista no caput do artigo 73 da Lei Orgânica do Município, para apreciação e deliberação do presente.

Na oportunidade, renovamos nossos protestos de elevada estima e consideração.




Atenciosamente,


 


 


ANTONIO LUIGI ÍTALO FRANCHI

- Prefeito Municipal -


 


----------------------------------------------------------------


 




PROJETO DE LEI Nº 20, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2.014.


 


(Dispõe sobre o controle do desperdício de água potável distribuída para uso no Município de Serra Negra/SP)


 


A CÂMARA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA DE SERRA NEGRA DECRETA:


Art. 1º Em caso de risco de desabastecimento parcial ou total de água no Município de Serra Negra/SP, poderá ser decretado Estado de Alerta de Desabastecimento, ficando o Poder Público, por meio do seu setor competente e da Empresa Concessionária responsável pelo abastecimento de água, autorizados a determinar fiscalização em toda a cidade com o objetivo de constatar a ocorrência de desperdícios de água distribuída, bem como restringir a utilização exagerada da água.


§ 1º Esta situação será caracterizada pela declaração do Estado de Alerta por parte do Poder Público Municipal, mediante apresentação de documentação técnica comprobatória, incluindo dados de medição de vazões dos mananciais de abastecimento de água, dados de vazões captadas nos mananciais por parte dos responsáveis pela operação de sistemas de abastecimento de água, dados de volume de água armazenado nos reservatórios de acumulação de água bruta e dados pelo consumo de água no Município de Serra Negra/SP.


§ 2º O Estado de Alerta deverá ser publicado em Diário Oficial, seguido de ampla divulgação à população do Município sobre os respectivos motivos por meio da imprensa e de notas nas contas de água expedidas aos usuários.


Art. 2º Independente da existência do Estado de Alerta, fica o Poder Público, por meio de seu setor competente e da Empresa Concessionária responsável pelo abastecimento de água, autorizados a determinar fiscalização em toda a cidade com o objetivo de constatar a ocorrência de desperdícios de água distribuída.


Parágrafo único. Constitui desperdício de água para os fins desta Lei:


I – lavar calçadas com uso contínuo de água;


II – molhar ruas continuamente;


III – manter vazamentos de água;


IV – manter torneiras, canos, conexões, válvulas, caixas d´água e reservatórios, tubos ou mangueiras eliminando água continuamente;


V – lavagem de veículos com uso contínuo de água, excetuando-se os casos de lava-cars ou lava-jatos e lavanderias em geral, que deverão possuir sistema visando à redução do consumo de água ou a reutilização desta, a ser verificada quando do seu licenciamento;


VI – outros casos regulamentados através de Decreto Municipal.


Art. 3º Ao verificar o uso inadequado ou o desperdício da água distribuída para consumo humano, fica o fiscal do Poder Público Municipal e a Empresa Concessionária responsável pelo abastecimento de água, autorizados a advertir o usuário no sentido de a prática não se repetir, anotando o dia, o horário da ocorrência e registrando notificação, a qual será sucedida de processo administrativo, permitindo a ampla defesa do acusado.


Art. 4º Constatada pela fiscalização a reincidência do desperdício, será aplicada multa no valor correspondente a 50% (cinquenta por cento) do valor consumido pelo munícipe no corrente mês.


Art. 5º Poderão ser mantidos, de forma sistemática, programas de controle de perdas de água nos sistemas de produção e distribuição, além de mecanismos de informação, educação ambiental e conscientização da população sobre a situação dos recursos hídricos do Município e a problemática de perdas e desperdício de água.


Art. 6º O Poder Público Municipal, nos projetos hidráulicos de próprios municipais, adotará técnicas e equipamentos visando à redução do consumo de água.


Parágrafo único. Constatando-se o desperdício de água em próprios municipais, imediatamente deverá ser comunicado ao Chefe do Poder Executivo Municipal, para que adote as providências necessárias, no sentido de apurar as responsabilidades e aplicar penalidades cabíveis em cada caso.


Art. 7º O Poder Público Municipal ou da Empresa Concessionária responsável pelo abastecimento de água, colocará à disposição da população um disk-denúncia visando agilizar o combate ao desperdício de água.


Art. 8º As disposições da presente Lei se aplicam integralmente à SABESP – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, ou à outra Empresa Concessionária responsável pelo abastecimento de água no Município de Serra Negra/SP.


Art. 9º No que for preciso, esta Lei será regulamentada pelo Poder Executivo Municipal, dentro de 60 (sessenta) dias, contados da data de sua publicação.


Art. 10. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.


Câmara Municipal da Estância Hidromineral de Serra Negra, 17 de fevereiro de 2.014.


 




Vereador RICARDO FAVERO FIORAVANTI


 




JUSTIFICATIVA


 


Tenho a honra de submeter à apreciação desta Casa de Leis, Projeto de Lei que dispõe sobre o controle do desperdício de água potável distribuída para uso, no Município de Serra Negra/SP.


A água, essencial para a manutenção da vida, é um dos recursos naturais mais desperdiçados pelo homem, por causar a ilusão de ser infinita na natureza.


No Brasil, o desperdício de água chega a 70% e, nas residências, temos até 78% de seu consumo sendo gasto no banheiro. Um banho demorado chega a consumir 180 litros de água; escovar os dentes com a torneira aberta consome em média 25 litros; um aperto de descarga gasta 20 litros. É comum vermos os munícipes limparem suas calçadas munidos de esguichos, usando a água de forma desordenada, quando poderiam utilizar vassouras para remover sujeira. A lavagem de carros e a falta de manutenção de torneiros, canos, conexões, válvulas, caixas d´água, reservatórios, tubos e mangueiras, propiciando vazamentos, são outras fontes de desperdício.


A água que chega às residências é tratada com cloro e flúor, que garantem a sua qualidade e auxiliam na proteção dos dentes de quem a consome. Além disso, são grandes os gastos do Poder Público com seu tratamento e bombeamento. Maior ainda é o impacto ambiental de estar retirando uma grande quantidade de água limpa dos recursos hídricos e devolvê-la suja na forma de esgotos.


Infelizmente as campanhas educativas não vêm atingindo toda a população, por isso algumas medidas de controle são necessárias. A importância desta questão tem feito com que vários municípios do Brasil sancionem leis visando diminuir o desperdício da água, no intuito de preservá-la e garantir o abastecimento para futuras gerações.


Somos totalmente dependentes desse recurso natural, assim como qualquer atividade econômica. Apesar disso, diuturnamente são praticados atos que poluem os mananciais, afetam sua potabilidade e dificultam a sua captação, tornando o seu uso um privilégio de uma parcela da população mundial.


Infelizmente, o desperdício vem se aliando à poluição e torna mais oneroso o tratamento da água e reduz a capacidade de abastecimento da população.


A escassez da água pode levar a doenças, diminuição na produção de alimentos e provocar crises sociais, políticas e econômicas.


Mais uma vez, a água é um recurso renovável, porém finito, que depende das condições ambientais e estas são resultantes ou consequência das próprias ações desenvolvidas pelos seres humanos.


A preocupação com esta situação faz com que a água seja objeto de norma legal que busca preservá-la para o uso de nossas futuras gerações.


Portanto, esta proposição busca fazer com que os munícipes desenvolvam a consciência sobre a relevância do bom uso da água, assim como de outros recursos naturais, para manter a qualidade de vida da população e o equilíbrio ecológico.


Certo de poder contar com a aprovação dos Nobres Pares, renovo protestos de estima e consideração.


Sala das Sessões, 17 de fevereiro de 2014.


 


 


Vereador RICARDO FAVERO FIORAVANTI


 


-----------------------------------------------------------------


Desenvolvido por Frequência